Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Portfólio Psicologia

Portfólio no âmbito da disciplina de psicologia

Portfólio Psicologia

Portfólio no âmbito da disciplina de psicologia

Introdução

 

Introdução

 

Este portefólio foi elaborado por Helena Escaleira, nº8 12ºC, aluna do Agrupamento de Escolas de Macedo de Cavaleiros.

A intenção do mesmo é a apresentação dos conteúdos programáticos da disciplina de psicologia ao longo do presente ano letivo. Esses mesmos conteúdos estao ordenados da seguinte forma: (Antes de mim) Genética, Cérebro, Cultura; (Eu com os outros) Relações precoces; Relações interpessoais; Influência social; Indivíduos e grupos; (Eu) A mente; As emoções; A conação; (Problemas e conceitos teóricos estruturantes da psicologia) O objeto da psicologia; Ser humano; 

Com a finalidade de o tornar mais completo, este contém reflexões pessoais, biografias sobre autores, documentários e pequenos resumos acerca da matéria. Espero que seja do agrado do professor avalia-lo.

saúde-psicológica.jpeg

 

 

Influências genéticas e epigenéticas no comportamento

 

 

Existem dois tipos de características que se transmitem geneticamente dos pais para os filhos: comuns à espécie; próprias de cada um;

 

Hereditariedade individual: conjunto único de características herdadas por um indivíduo e que o distingue de todos os que integram a sua espécie.

Hereditariedade específica: transmissão à geração seguinte das características comuns aos indivíduos de uma espécie que os diferenciam de todas as outras;

 

Surge uma questão: Será que se pode falar com determinismo genético? Estará tudo determinado em nós?

-A tese do determinismo genético é inustentável já que coloca em causa todas as formas de escolha. A hereditariedade não faz tudo sendo necessário um ambiente e um meio adequado para que as potencialidade que herdámos se manifestem.

 

Qual é então o peso da hereditariedade e do meio?

images (4).jpg

 

 

Genótipo: conjunto de genes que constituem o património hereditário de casa um. Código genético. Não são caracteres visíveis mas elementos químicos que poderão vir a originar determinados caracteres.

Fenótipo: conjunto de características físicas e comportamentais que se manifestam como resultado do genótipo com o meio.

Relativamente ao papel da genética na determinação das características individuais há duas posições:

Performismo: posição determinista do desenvolvimento em que tudo estava definido no programa pré-estabelecido geneticamente.

Epigénese: para lá dos elementos genéticos pré definidos, existem outros elementos ambientais e sociais que incluenciam as potencialidades hereditárias.

 

Impõe-se actualmente a convicção de que a hereditariedade estabelece certos limites intelectuais ao determinar o potencial genético, mas que dentro desses limites não há fronteiras fixas, sendo o meio o responsável pela sua ultrapassagem ou não.

O grau de estimulação fornecido pelo meio em interacção com o potencial genético influencia, tanto quanto podemos saber, a capacidade a que de modo pouco definido chamamos inteligência. Esta desenvolve-se, não é rigidamente fixada pela hereditariedade. 

balanca-28359 (1).jpg

 

 



Fatores de influência no indivíduo

 

 Alguns fatores ambientais que exercem influência no individuo provocando alterações nas características hereditárias:

 

 

medicamentos-cardiovasculares-consumo-quase-duplicou-numa-decada.jpg

-No meio pré-natal: 

 

 

-Alguns medicamentos;

-Algumas doenças (rubéola);

-Radiações atómicas, tabagismo, alcoolismo, toxicodependência, perturbações emocionais da mãe, saúde e alimentação precária da mãe;

 

transferir (9).jpg

 

-No meio pós-natal:

-Melhoria das condições de vida---------------------------------------------------------->melhor desenvolvimento;

-Meios economicamente pobres e intelectualmente pouco estimulantes------>diminuição do QI;

 

transferir (10).jpg

 

Algumas alterações genéticas afetam diretamente os indivíduos e outras podem afetar a sua descendência isto porque existem duas variáveis distintas: mutação genética e variação genética.

Na mutação genética existem alterações no indivíduo provocadas pelo meio e manifestam-se a nível do fenótipo não afetando o código genético.

Na variação genética existem alterações no código genético provocadas por influência de alguns fatores ambientais. Estas alterações provocam malformações graves no indivíduo que se transmitem à descendência.

Talidomida

 

A talidomida (C13H10N2O4) é uma substância usualmente utilizada como medicamento sedativo, anti-inflamatório e hipnótico. Devido a seus efeitos teratogénicos, tal substância deve ser evitada durante a gravidez e em mulheres que podem engravidar, pois causar má-formação ou ausência de membros no feto.

transferir (2).png

 

 

 

Notícia do Jornal Publico em 2013:

 

"Foram mais de três mil as crianças afectadas em Espanha pelos efeitos secundários do medicamento talidomida tomado pelas mães durante a gravidez na década de 1960. Das 300 pessoas que ainda estão vivas, 186 chegam à justiça espanhola, esta segunda-feira, com um processo em que pedem uma indemnização de 204 milhões de euros ao fabricante.

Se o tribunal der razão à acusação, cada pessoa ganhará com cerca de 20 mil euros, adianta o El País, que diz que o principal argumento está nas deficiências permanentes com que as 186 pessoas ficaram.

A talidomida foi um dos fármacos que ficou mais conhecido, a nível mundial, pela polémica em que se viu envolvido: patenteado na Alemanha pela Grünenthal em 1955 como um tranquilizante era, contudo, também recomendado às grávidas para evitar os enjoos. O problema revelou-se mais tarde quando muitos dos bebés nasciam com graves deficiências, nomeadamente sem alguns membros ou parte deles.

Documentos comprovam causa-efeito
Segundo Basterrechea o medicamento só afecta o desenvolvimento durante a gravidez entre os dias 14 e 50, pelo que as mulheres que o começaram a tomar mais tarde tiveram crianças saudáveis, dando mesmo como exemplo a sua irmã mais velha que nasceu sem problemas. Ao todo, nas contas da associação, nasceram pelo menos 50.000 crianças com malformações associadas à talidomida. Cerca de 10 a 15 mil ainda estarão vivas."

Com este tipo de informações pude concluir que os fatores que provocam malformações graves no indivíduo estão presentes até nas coisas mais simples como um medicamento para os enjoos e que acabam por condicionar uma vida inteira. Sobre esta situação penso ainda até onde vão os limites da ciência, até que ponto é ela tão bem preparada para evitar este tipo de situações.

 

Reflexão:

 

Visto de um ponto ético, mesmo que todos os casos fossem indeminizados, será que isto equivaleria aos danos físicos e psicológicos provocados às crianças e às mães?

 

A resposta segundo a minha opinião é não. A empresa lucrou cerca de 500 milhões de eruros e ainda não fornceu ajuda aos afetados. Porém, não há dinheiro que cubra as vidas arruinadas pois os afetados ficaram limitados e dependentes para o resto das vidas. As suas vidas sociais, amorosas e de sustentação foram em muitos casos impossíveis. E o mais revoltante é que mais de metade deestas pessoas ainda não foram indeminizadas, ainda hoje inúmeros processos continuam a decorrer.

 

 

*A talidomida foi mais tarde usada para o tratamento de doenças como sida e alguns cancros.

Genoma Humano

14242907419668.jpg

 

Principais distúrbios e alterações de origem genética:

 

- Síndrome de Down, talassemia, albinismo, daltonismo, Síndrome de Turner etc.

 

O que é o genoma humano?

 

Podemos dizer que genoma é o código genético do ser humano, ou seja, o conjunto dos genes humanos. No material genético podemos encontrar todas as informações para o desenvolvimento e funcionamento do organismo do ser humano. Este código genético está presente em cada uma das nossas células. O genoma humano apresenta-se por 23 pares de cromossomas que contem interiormente os genes. Todas as informações são codificadas pelo DNA, o ácido desoxirribonucleico. Este ácido, que tem um formato de dupla hélice, é formado por quatro bases que se juntam  aos pares: adenina com timina e citosina com guanima.

 

 

 

images (5) (1).jpg

 

 

A utilidade do genoma humano

 

Através do mapeamento genético do genoma humano será possível, muito em breve, descobrir a causa de muitas doenças.  Muitos remédios e vacinas poderão ser desenvolvidos a apartir das informações obtidas pelas pesquisas genéticas. Descobrindo a causa de várias doenças, o ser humano poderá adotar medidas de prevenção.

 

Através de pesquisas genéticas e exames, já é possível detectar se um ser humano tem predisposição para sofrer de certas doenças ou se um embrião herdou doenças graves. Em breve, quando forem descobertas as funções de todos os genes humanos, outros benefícios virão.

 

Principais áreas da Genética

 

- Genética Molecular - enfatiza ao estudo das estruturas e funções dos genes em nível molecular.

 

- Genética Clássica - utiliza procedimentos e técnicas da Genética antes da chegada da Biologia Molecular.

 

- Genética de Populações - estuda  as mudanças que ocorrem nos alelos com as influências das forças evolutivas.

 

- Genética Ecológica - analisa e estuda a Genética tendo em conta as interações dos organismos e destes com o meio ambiente.

 

images (1).jpg

Gémeos

 

Gémeos verdadeiros 

bebes-gemeos-61.jpg

 

A gravidez de gémeos monozigóticos (univitelinos, idênticos ou verdadeiros) forma-se através de um único óvulo fecundado por um único espermatozóide, mas em vez de originar apenas um embrião, o zigoto origina dois ou mais. Isso porque as células formadas nas fases inciais do desenvolvimento (até oito dias depois da fecundação) se separam em dois ou mais grupos independentes de cada grupo origina um embrião completo.

Esses gémeos são geneticamente iguais entre si e, portanto, são sempre do mesmo sexo.

Se a separação ocorre cedo (dois a três dias depois da fecundação), formam-se gémeos com dois âmnios, dois córions e duas placentas ( se a implantação do útero for próxima, o córion e a placenta podem fundir-se).

 

O mais comum, porém, é a separação ocorrer depois e formarem-se duas massas celulares internas, que compartilham o mesmo trofoblasto. Nesse caso, os gémeos vão partilhar o córion e a placenta, mas cada um está na sua cavidade amniótica.

 

images (1) (1).jpg

 

Trissomia 21

O que é a Trissomia 21 ou Síndrome de Down?

transferir (11).jpg

 

O corpo humano é formado por pequenas células e dentro destas células constituídas por cromossomas. Cada célula tem 46 cromossomas. Por qualquer razão inexplicável, nas crianças com Trissomia 21, há um erro de formação e todas as células em vez de ficarem com os 46 cromossomas habituais aparecem com 47. Pensa-se que este erro ocorre durante a divisão das células do ovo ou do esperma, ou durante a fertilização.

 A patologia chama-se assim em homenagem a John Down, médico britânico que descreveu a síndrome em 1862. A sua causa genética foi descoberta em 1958 por um professor, que descobriu uma cópia extra do cromossoma 21. É o distúrbio genético mais comum, estima-se que exista 1 a cada 1000 nascimentos.

 -Como é a personalidade?

As crianças/pessoas com Trissomia 21 são diferentes umas das outras. São muito diferentes na personalidade, modo de aprender, inteligência, aparência, humor, sensibilidade e atitudes.

As crianças com Trissomia 21 têm emoções, atitudes, brincadeirase crescem até atingirem vidas independentes ou com necessidades diferentes de apoios.

 -Aprendizagem e inteligência

Todas as crianças com este síndrome beneficiam das mesmas oportunidades de educação que todas as outras da comunidade. A qualidade da educação nas escolas é muito importante para que elas se desenvolvam todo o seu potencial de aprendizagem.

Quase todas as crianças com Trissomia 21 apresentam nos testes um atraso mental ligeiro ou moderado. Mas muitas vezes fica-se surpreendido com a memória a criatividade e a astúcia destas crianças. Embora tenham grandes dificuldades de aprendizagem, podem talentosas noutras áreas.

-Cuidados de saúde

Todas estas crianças começam cedo a serem avaliadas nas consultas de saúde.

Estas crianças têm uma percentagem elevada de problemas cardíacos e portanto devem todas fazer um exame nos primeiros 2 meses de vida.

Podem ter deficiência de audição e ter defeitos de visão e devem ser vigiadas por Oftalmologista.

O Hipotiroidismo (deficiência do funcionamento da glândula tiróide) pode aparecer, principalmente na adolescência.Têm uma grande tendência para a obesidade.

Os dentes tendem a ser pequenos e irregulares. Hoje há mais oportunidades para estas crianças do que há alguns anos atrás. No futuro as comunidades locais terão programas de apoio à integração destas crianças.

Centenas de crianças com Trissomia 21 em todo o País vivem a sua vida de uma forma normal. Têm sonhos e determinação para atingir os seus objetivos. Muitos deles têm trabalhos significativos, mantêm as suas próprias casas no dia a dia e dão contributo importante às suas comunidades.

A complexidade do ser humano

 

transferir (12).jpg

 

O comportamento rígido e mecânico do animal opõe-se à complexidade e pluralidade de condutas do ser humano. O Homem consegue compreender os problemas e as duas variáveis construíndo soluções para os mesmos. Isto é possível porque o Homem caracetriza-se pela complexidade de inteligência, memória e imaginação. A complexidade deve-se à evolução.

Assim, o animal:

-Tem uma ação instintiva, um comportamento rígido e fixo;

-Reações previsíveis e iguais para todos os elementos da mesma espécie;

-Reação baseada num programa biológico pré-instalado;

-Possibilidades de aprendizagem mínimas.

 

O Homem:

-Comportamentos diversificados;

-Instinto controlado pela cultura e normas;

-Comportamentos individualizados e aprendizagens infinitas;

 

Evolução filogenética: origem e evolução das espécies, desde as formas mais elementares da vida até ao seres mais complexos como o ser humano. Processo de hominização;

Evolução ontogenética: dsenvolvimento do individuo ao longo da vida.

Pág. 1/8

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

    Arquivo

    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub